Tesouro Para Aposentadoria - Investindo no Tesouro Direto (Daniel Nigri - Site Dica de Hoje)

Tesouro Para Aposentadoria – Investindo no Tesouro Direto (Daniel Nigri – Site Dica de Hoje)

Tesouro Para Aposentadoria.

Quando escrevi meus dois artigos sobre a minha estratégia no Tesouro IPCA (antiga NTN-B), recebi muitas perguntas de pessoas que fazem a alocação de seus recursos nestes títulos, mas com fins previdenciários, para resgate apenas no vencimento. Ou seja que aloca dinheiro no Tesouro IPCA para sacar somente na aposentadoria.

Pra quem não leu os artigos, acho interessante que leia. Clicando aqui e aqui.

Como sempre, quero dizer que não existe certo ou errado. Existem estratégias distintas. A minha estratégia hoje, é de alocar uma quantia no Tesouro IPCA 2045, e sacar o dinheiro quando a taxa estiver abaixo de IPCA + 4,00% com um lucro alto em apenas um ano provavelmente. Acredito que isso possa ocorrer quando a Selic alcançar os 7,75% ou 8%.

No entanto, neste artigo iremos falar sobre uma estratégia diferente que seria aplicar o dinheiro mensalmente no Tesouro IPCA para garantir uma renda durante a velhice.

Quando as pessoas têm esse tipo de dúvida em uma consultoria comigo, a primeira questão que eu levanto é: Quando você quer se aposentar? Isto é, quando você quer parar de depender da renda do trabalho dela. Você pode até continuar trabalhando, mas por vontade própria, por hobbie ou trabalho voluntário. Algumas pessoas querem parar de trabalhar entre os 40 e os 49, outros entre os 50 e os 59. E existem até pessoas que falam que a sua família é muito longeva e que acreditam que trabalharão até os 80 anos.

Hoje o Tesouro Direto, programa de títulos públicos do Governo Federal, em que pessoas físicas podem comprar diretamente os títulos do governo, nos fornece a possibilidade de compra dos títulos abaixo com diversas características e vários prazos de vencimento distintos.

Foto retirada do site oficial do tesouro direto:

tesouro-direto-aposentadoria-01

 

Percebe-se que se você quiser se aposentar na próxima década, o programa possui vários tipos diferentes de títulos para investir e para juntar um bom saldo acumulado para o período da aposentadoria.

 

            Por que eu prefiro os títulos atrelados ao IPCA aos prefixados?

Imaginemos que eu estou te atendendo e que você pretenda se aposentar daqui a 6 ou 7 anos. Como o prazo até a aposentadoria é curto, você precisaria fazer uma contribuição grande digamos de R$ 100 mil reais e depois você iria fazer contribuições mensais de R$ 1000,00, até o vencimento. Para esse prazo esta pessoa, tem duas alternativas. Ou ela investe no Tesouro IPCA + 2024 ou ela investe no Tesouro Prefixado 2023.

Se você investir os R$ 100.000,00 no Prefixado, nós temos como saber quanto você terá no vencimento, de acordo com a simulação feita abaixo na própria calculadora do site do Tesouro Direto. Perceba que não importa como irá chegar nesse valor. Se terá se desvalorizado muito pra depois valorizar, ou vice-versa. O que importa é que no período da aposentadoria você terá o valor da simulação abaixo, caso aplique hoje dia 08/05/2017 R$ 100000,00 e esqueça lá até o vencimento.

tesouro-direto-aposentadoria-02

Calculadora do Tesouro Direto

 

Os R$ 100 mil irão se transformar em R$ 160 mil reais líquido. Oque significa um retorno anual de 8,76%. Além disso, você, também terá o dinheiro de cada uma das aplicações de 1000 reais realizadas ao longo dos 67 meses restantes, entre junho 2017 e dezembro de 2022. Que deve juntar mais R$ 85000,00, mas este valor é impossível de ser calculado, por causa do custo de oportunidade que falaremos mais tarde ainda neste artigo. Portanto, em torno de R$ 245000,00 que geraria hoje uma renda de R$ 1900,00 líquida de forma fixa, ou cerca de R$ 1000,00 líquido corrigido pelo IPCA. Lembrando que essas taxas mudam constantemente.

Agora vamos imaginar que a inflação no Brasil nesse período ficou em média 4% ao ano. Em 67 meses, ou 5 anos e 7 meses o índice acumulado de inflação será de 24,46%. Cálculo é  1,04^(5,58333) – 1 = 1,2448 – 1 = 24,48%.

Como o título valorizou de 100 mil reais para R$ 160431,18, tivemos uma valorização de 60,43%, percebemos que a aplicação teve um retorno real de 28,88%. (1,6043/1,2448 – 1 = 28,88%). Logo a aplicação se valorizou, e ainda aumentou o seu poder de compra.

No entanto, se a inflação média no período fosse de 12% ao ano por exemplo. Nos mesmos 5 anos e 7 meses teríamos uma inflação acumulada usando a mesma fórmula de  88,28%. Isto é acima do rendimento do título prefixado. Esse cenário é provável? Não é. Mas existe uma possibilidade de você perder poder de compra ao aplicar nos títulos prefixados para aposentadoria.

Já os títulos corrigidos pela inflação te protegem dessa questão. Abaixo coloquei a situação acima no Tesouro IPCA + 2024 com inflação no período de 4% ao ano e com inflação no período de 12% ao ano. Percebam que nas duas simulações existe um retorno real, mesmo descontando o imposto de renda.

Como o vencimento desse título é diferente do título prefixado peço que fiquem mais atentos à taxa de retorno anual que ao valor em si, no fim do período. Existe uma diferença de 406 dias úteis entre o vencimento de um e de outro.

Primeiramente abaixo vemos a simulação com taxa de inflação média no período de 4% ao ano. Neste caso o retorno é menor que no prefixado. No prefixado a taxa de retorno era de 8,76% ao ano e agora é de apenas 8,13% ao ano.

tesouro-direto-aposentadoria-03

Calculadora do Tesouro Direto

E para inflação média de 12% ao ano temos a simulação abaixo. Com um retorno anual de 15,90%.

Calculadora do Tesouro Direto

O importante é perceber que este título te protege das oscilações do IPCA. Portanto, ele é um título mais indicado para aposentadoria.

O segundo ponto que eu quero falar com você, é com relação às parcelas mensais que serão depositadas ao longo do período. Existe aí uma questão chamada custo de oportunidade. Isso significa que daqui a um mês, não sabemos se iremos encontrar as mesmas taxas que temos praticadas hoje. Pode ser uma taxa menor, que me fará pagar mais caro por cada título, ou uma taxa mais alta que me fará pagar mais barato por cada título. Se você não compreende esse movimento de taxas recomendo que leia esse outro artigo.  Se daqui a um mês já não temos essa certeza, imagine para a parcela 36 que será realizada em junho de 2020 ou qualquer outra? Esse cenário fica mais nebuloso ainda. Será que em junho de 2020 a taxa do prêmio será IPCA + 7,50% ou IPCA + 3,50% ou ainda uma taxa parecida com a atual. Impossível sabermos.

Então existem duas formas de você fazer essas aplicações. A primeira é comprando sempre o mesmo valor todos os meses. O ideal é que você já deixe agendado no seu banco ou corretora em uma data pré-determinada (por exemplo, todo dia 15), porque aí você não fica tentado a não comprar porque a taxa está ruim. Lembre que esse dinheiro é pra aposentadoria. Não temos como saber se essa taxa será boa ou ruim em relação ao mês seguinte, portanto mantenha a estratégia e tenha disciplina que no fim do prazo você terá uma carteira previdenciária com as taxas médias praticadas pelo mercado durante todos os 67 meses. A segunda forma é você comprar sempre a mesma quantidade de títulos. O IPCA 2024 hoje está em R$ 2060,82.

Assim, você comprará, por exemplo, meio título por mês, valor de R$ 1030,41. As grandes vantagens dessa estratégia é que você saberá quantos títulos você terá ao fim do período, neste caso 67 x meio título, ou 33,5 títulos, além dos títulos comprados no aporte inicial. A segunda vantagem, é que você será obrigado a corrigir o valor de sua aplicação. A grande limitação da primeira estratégia, é que muito provavelmente R$ 1000,00 de Setembro de 2021, por exemplo, comprará muito menos títulos, que R$1000,00 de agora.  Então eu prefiro essa segunda estratégia para fazer os aportes mensais. Entretanto, essa estratégia tira a sua praticidade de agendar o valor a ser investido todo mês.

 

            E se o prazo de Investimento for Maior?

Se você for se aposentar só entre 2045 e 2050, por exemplo, pegando outro extremo, você pode inclusive nem fazer aporte inicial. Pode fazer apenas os aportes mensais. Porque com mais tempo para render, o dinheiro valerá bem mais e certamente irá compensar a falta desse aporte inicial. Seriam juros compostos sendo trabalhados por 28 ou 33 anos. Se você tiver uma renda pequena agora, comece com aportes pequenos. A medida que sua vida for melhorando e sua renda for crescendo você pode aumentar os aportes.

Veja abaixo uma simulação de quanto você ganharia com uma aplicação de R$ 1000,00, com IPCA médio nos 28 anos de 4,00%, referente ao título Tesouro IPCA 2045 com vencimento em 15/05/2045. Depois eu irei explicar porque eu não gosto dos títulos com cupom de juros para esse objetivo. Os 1000,00 se valorizaram quase 1000% e se transformaram em mais de R$ 10000,00. O Valor acumulado dos outros aportes serão cada vez menores. Afinal cada aporte extra terá um mês a menos para render. Mesmo assim, esses R$ 1000 reais mensais farão você juntar mais de 1 milhão de reais, para ser mais exato, 1,3 milhão de reais. (lembrando que têm algumas premissas que podem não se confirmar como IPCA médio de 4,00% durante o período e manutenção do premio em 5,33%). Este valor seria suficiente, para uma renda líquida de R$ 10000,00 mensais a partir de 15/05/2045, ou uma renda de R$ 5500,00 com reajuste pela inflação.

Normalmente, outra vantagem é que as taxas de longo prazo são um pouco maiores que as taxas de curto prazo. Isso é um pouco óbvio, porque tudo no longo prazo tem mais risco que no curto prazo. Qual a maior chance do Brasil quebrar? Ano que vem ou daqui a 28 anos? Quanto mais longe, mais incerteza existe. E quanto mais incerteza, maiores os juros que precisamos receber para aceitar este risco maior. Se quiser aprender mais sobre o assunto digitem no google, estrutura a termo das taxas de juros. Importante ressaltar que em períodos de muita incerteza no curto prazo, essa estrutura pode se inverter. As taxas de juros do curto prazo seriam maiores que as taxas de juros de longo prazo. Brasil passou todo o ano de 2016 com essa anomalia. Juros curtos maiores que os juros longos.

 

Os títulos com cupom de juros como Tesouro IPCA+ 2050 com juros semestrais tem o problema de custo de oportunidade. Ele paga 6% ao ano de juros ou 2,96% por semestre. Se você gastar esse dinheiro dos juros, você provavelmente receberá um valor que não vai garantir o seu valor no tempo. O dinheiro final será corroído pela inflação. A taxa é de 5,26% ao ano. Como o cupom de juros é de 6% ao ano. O dinheiro que sobra além dos juros renderá menos que o IPCA. Inclusive o valor do título está acima do VNA (Valor Nominal Atualizado). Para entender o que é o VNA, recomendo esse vídeo que eu fiz no youtube .

Assim você precisaria reinvestir esses valores dos cupons junto com o seu aporte mensal para garantir um rendimento próximo ao título sem juros. Outro problema é que no dia do reinvestimento a taxa pode estar menor e você comprar menos títulos. Outra questão pertinente é que nos primeiros quatro cupons de juros serão tributados alíquotas de Imposto de Renda maiores de 22,5%, 20%, 17,5% e 17,5% respectivamente. E por fim, como somos seres humanos podemos acabar recebendo o cupom de juros em um momento que precisamos do dinheiro pra alguma emergência, e aí iríamos desvirtuar o plano original do dinheiro que era a previdência.

Lembrando que o fundamental é manter a estratégia inicial proposta.

Conclusão

Como vocês podem ver, a minha forma de investir para aposentadoria em títulos públicos , se baseia em primeiramente me proteger do risco inflacionário que sempre é possível no Brasil (principal risco contra qualquer estratégia previdenciária chama-se inflação). Além disso eu tento me proteger das possíveis faltas de custo de oportunidade. Depois eu monto uma estratégia para pagar as menores alíquotas de Imposto de Renda. E então eu vejo a minha disponibilidade de dinheiro mensal para este fim e passo a comprar aquela quantidade de títulos que eu me dispus a comprar todo mês, até o vencimento.

Imaginando 3 pessoas uma de 35 anos, uma de 45 anos e outra de 55 anos, que queiram se aposentar com uma idade próxima aos 65 anos. O primeiro teria de comprar o Tesouro IPCA 2045, o segundo, compraria o Tesouro IPCA 2035 e o último o Tesouro IPCA 2026. O último, que investiu no IPCA 2026, precisaria fazer um bom aporte inicial para compensar o pequeno prazo de acumulação. O segundo, precisa fazer um aporte inicial pequeno e aportes um pouco menores. Já o primeiro que aplica no Tesouro IPCA 2045, como ele possui muito tempo para os juros compostos trablharem a seu favor, ele precisa fazer aportes menores ainda, para ter uma ótima renda no futuro. Mas para qualquer uma das estratégias darem certo, é necessário que todos os aportes sejam realizados. Como vocês podem ver …..

 

A Estratégia se baseia em uma única palavra: DISCIPLINA!!!

 

Ao final dos artigos, eu costumo escrever uma dica para você poder continuar seus estudos. Faço isso, porque tenho plena consciência que eu não sei tudo, e que podem existir estratégias diferentes da minha e que podem se adaptar melhor ao seu perfil. Acabo sendo criticado, às vezes, mas mesmo assim indico vários outros cursos de outras pessoas.

Acredito que minha principal função aqui é estimular você a ter uma educação financeira real. Uma educação financeira em que você irá ter argumentos inclusive para me contrapor no futuro. Isso só é possível com muito estudo e muita leitura. Conhecimento nunca é demais. O investimento passa, mas o nosso crescimento permanece.

Estou falando isso, porque hoje começa a turma do Treinamento Árvore da Riqueza, e é inegável que é uma estratégia que dá certo se feita com disciplina e já testada há mais de 80 anos. Já ressalto que não é a estratégia que estou usando no momento na minha carteira de ações. Costumo usá-la em momentos de alta dos juros, ou em momentos de crise em que as ações caem muito de preço, mas vale muito a pena conhecer essa forma de investimento clicando aqui.

E para se aprofundar mais no estudo do Tesouro Direto, eu indico esses dois cursos:   ou este.

 

Abraços e Bons Negócios

 

Daniel Nigri analista CNPI

As estratégias mostradas são sugestões para reflexão e análise. O autor não se responsabiliza por eventuais perdas ocorridas por alguém ter seguido o conteúdo deste artigo. Acredito que fui bem claro com relação aos riscos existentes. E resultados passados não são garantia de rendimentos futuros.

About DANIEL NIGRI

Como vocês já devem saber, meu nome é Daniel Nigri, tenho 36 anos e sou pai de 3 crianças lindas. Sempre fui apaixonado pelo mercado financeiro, mas especificamente pelo mercado de ações e opções. Já invisto desde os 19 anos. Em uma época que a taxa de juros chegou a 41% ao ano. Os fundos DI rendiam 3% ao mês….