Previdência: cada vez mais procure depender menos dela

As pessoas comentaram muito nesta semana uma possível reforma da previdência, que está sendo proposta pelo governo federal. Há notícias de que a aposentadoria mínima de 65 anos poderá ser aprovada para todos (setor público e privado).

O que vai vir aí ninguém sabe.

Provavelmente, a proposta original do governo não será aprovada sem cortes pelo Congresso Nacional, mas isso também deve ter pouco efeito no resultado final.

É quase certo que daqui pra frente, as pessoas vão contribuir cada vez mais e receber cada vez menos da previdência. Um aumento da idade mínima para se aposentar é bem provável e isso vai afetar a vida de milhões de pessoas no país no decorrer dos próximos anos.

O que você pode fazer a partir de agora mesmo sem saber o que vai ser aprovado ou não ?

De imediato, você deve procurar criar uma reserva financeira mais sólida ao longo dos anos e buscar não precisar tanto do valor que será pago pela previdência, quando chegar a sua idade para aposentar.

Hoje, quem aposenta sem uma reserva financeira já costuma receber um baque na queda da capacidade de consumir. O que virá depois dessa “reforma” será muito pior do que isso.

Cabe a você se reorganizar (mais uma vez) e verificar novamente o que pode ser economizado e investido para garantir um futuro mais tranquilo para você e sua família.

Então, comece a rever suas despesas agora, poupe e invista para garantir sua qualidade de vida, independente de qual seja o resultado dessa reforma (ou de outras que possam vir também) e procure depender cada vez menos da previdência para o seu futuro financeiro.