Incapacidade de enxergar além do curtíssimo prazo

shutterstock_224521444

Lendo a revista Exame, de 18.02.15, me chamou a atenção o editorial (p. 7), onde se descreve uma série de omissões e intromissões (desastrosas) da Administração Pública na economia de nosso país.

Uma das que idéias, que achei mais interessante, foi o conceito da “incapacidade de enxergar além do curtíssimo prazo” do administrador público para tomar as decisões no Brasil. Apenas, para exemplificar, repare a atuação amadora do poder público, ao lidar com a recente crise hídrica.

Isso não é um mal da Administração Pública. Muita gente se mete em enrascadas na sua vida financeira, por se preocupar unicamente com as consequência de curtíssimo prazo.

E falemos agora de você? Como você analisa as consequências de suas principais decisões econômicas na sua vida ? Compartilhe com a gente sua experiência sobre o assunto no espaço de comentários abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *