CNC – Endividamento no país atinge 62,1% das famílias

Segundo a Peic, pesquisa da CNC – Confederação Nacional do Comércio, em outubro de 2016, 62,1% das famílias brasileiras estavam endividadas.

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) orienta os empresários do comércio de bens, serviços e turismo que utilizam o crédito como ferramenta estratégica, uma vez que permite o acompanhamento do perfil de endividamento do consumidor, com informações sobre o nível de comprometimento da renda do consumidor com dívidas, contas e dívidas em atraso, e sua percepção em relação à capacidade de pagamento. A Peic é apurada mensalmente pela CNC desde janeiro de 2010. Os dados são coletados em todas as capitais dos Estados e no Distrito Federal, com cerca de 18 mil consumidores.

O percentual de famílias que relataram ter dívidas entre cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguro alcançou 57,7% em outubro de 2016, o que representa um aumento em relação aos 58,2% observados em setembro de 2016. Também houve queda em relação a outubro de 2015, quando o indicador registrou 62,1%.

O cartão de crédito foi apontado como um dos principais tipos de dívida por 77,1% das famílias endividadas, seguido de carnês, por 14,1%, e, em terceiro, de financiamento de carro, por 10,2%. No grupo de famílias com renda até dez salários mínimos, cartão de crédito, por 78,2%, carnês, por 15,4%, e crédito pessoal, por 9,4%, foram os principais tipos de dívida apontados. Já entre as famílias com renda acima de dez salários mínimos, os principais tipos de dívida apontados em outubro de 2016 foram: cartão de crédito, por 72,5%, financiamento de carro, por 21,1%, e financiamento de casa, por 16,4%.

Fonte: CNC

2 comentários sobre “CNC – Endividamento no país atinge 62,1% das famílias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *