"Emprestar nome" é uma forma de se prejudicar com dívidas inesperadas. Não faça isso !

“Emprestar nome” é uma forma de se prejudicar com dívidas inesperadas. Não faça isso !

lelio3

 

Emprestar nome é uma forma de se prejudicar com dívidas inesperadas.

Não empreste seu nome para ninguém fazer dívidas. Pode parecer um ato inocente, mas é um ato de responsabilidade civil.

Feita a dívida dentro da lei, se o “amigo” não pagar, você tem a obrigação legal de quitar esse débito.

Se você não quitá-la alegando mil motivos (não é minha, não tenho dinheiro, não tenho patrimônio, ninguém paga, pago quando puder etc) seu nome (que é parte do seu patrimônio) pode ser inserido num cadastro de inadimplentes e você pode ficar sem crédito na praça para comprar um simples picolé.

O sistema financeiro legal existe para ser procurado em situação de necessidade. Não é justo que você controle suas dívidas e outra pessoa, que gasta mais do que ganha, faça algo errado e você acabe sendo prejudicado por isso.

Quem empresta dinheiro é o sistema financeiro nacional; não é você.

Não empreste seu nome para ninguém, pois o único prejudicado será você no caso de inadimplência.

Se você ainda quiser ajudar seu amigo, veja o que pode ser feito, e faça uma pequena doação (coisa mínima mesmo), mas não espere devolução de nada. Isso vai inibir a pessoa de voltar depois pedindo mais “ajudas”.

Fique atento que dinheiro não aceita desaforo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *