Justiça limita descontos automáticos feitos por banco em contas correntes.

Justiça limita descontos automáticos feitos pelo Banco do Brasil em contas correntes.

Justiça limita descontos. Atendendo pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em Ação Civil Pública, a Justiça declarou nula previsão contratual do Banco do Brasil que prevê desconto automático ilimitado em conta corrente de parcelas de empréstimos feitos por correntistas com a instituição financeira. A sentença judicial também determina que o desconto automático fique […]

Continuar lendo


Fique de olho nas anuidades dos cartões de crédito – EFPT 019.

Fique de olho nas anuidades dos cartões de crédito. Defenda seu bolso !

Anuidades dos cartões de crédito O autor do site, Lélio Braga Calhau, professor e promotor de justiça de defesa do consumidor (MP-MG), fala sobre a falta de critérios nos aumentos de anuidades dos cartões de crédito e recomenda que os consumidores reclamem com os bancos em caso de abuso. São comuns reclamações de consumidores que […]

Continuar lendo


Banco não é escola, é uma empresa financeira que busca maximizar seus lucros, e não é sua obrigação ensinar o consumidor a ter mais educação financeira

Banco não é escola, é uma empresa financeira que busca maximizar seus lucros, e não é sua obrigação ensinar o consumidor a ter mais educação financeira

Banco não é escola Muita gente reclama que recebeu uma má orientação do gerente do banco e que poderia ter obtido uma melhor rentabilidade se tivesse aplicado em outro produto ou até outra instituição financeira. Bem, gente, de quem é a obrigação de cuidar de seu dinheiro ? O meu gerente Não existe essa história […]

Continuar lendo


Já ouviu falar do Código de Defesa do cliente bancário ?

Já ouviu falar do “Código de Defesa do cliente bancário”

Já ouviu falar do “Código de Defesa do Cliente Bancário” ? Então, saiba dos seus direitos. Código de Defesa do cliente bancário Trata-se de uma resolução do Conselho Monetário Nacional, que não revoga os seus direitos do Código de Defesa do Consumidor (CDC). Ela os protege mais ainda ! É uma resolução pequena (compensa muito […]

Continuar lendo


Banco Central divulga novo ranking de instituições financeiras por Índice de Reclamações

Entenda o Ranking O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações tem como objetivo contribuir para a transparência das ações do Banco Central do Brasil, trazendo ao conhecimento da sociedade o perfil das reclamações que foram processadas, analisadas e encerradas pelo BCB em cada período de referência. Adicionalmente, o ranking permite à sociedade, em particular aos clientes e aos usuários de serviços bancários, identificar com mais clareza a natureza das reclamações registradas neste Banco Central do Brasil em desfavor de cada instituição financeira, de forma a facilitar a escolha da instituição que melhor atende às suas necessidades. 1) Como é formado o ranking: O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é formado a partir das demandas do público registradas no Banco Central, pela internet, por correspondência, presencialmente ou por telefone. Participam do Ranking de Instituições por Índice de Reclamações bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) e administradoras de consórcio. Nas listagens do ranking são apresentadas informações sobre reclamações registradas contra instituições participantes, sendo essas reclamações classificadas como: Reclamações reguladas procedentes: quantidade de ocorrências (irregularidades), associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Reclamações reguladas – outras: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que não se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Reclamações não reguladas: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, não relacionadas a lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Total de reclamações: valor obtido somando reclamações reguladas procedentes, reclamações reguladas – outras e reclamações não reguladas. As ocorrências constantes das listagens do ranking referem-se às reclamações encerradas no período. As reclamações podem ensejar o registro de mais de uma ocorrência. As Reclamações reguladas – outras e as Reclamações não reguladas são divulgadas, porém não influenciam na ordem das instituições nas listagens do ranking. As instituições, nas listagens do ranking, são classificadas pela ordem decrescente do índice de reclamações, que é calculado de acordo com a fórmula a seguir: Índice de reclamações=(reclamações reguladas procedentes * multiplicador) número de clientes O multiplicador é 1.000.000. O número de clientes para bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) é formado pela base de dados conjugada do CCS e do SCR. Para consórcios, é o número de consorciados no penúltimo mês do período de referência do ranking.

Banco Central divulga novo ranking de instituições financeiras por Índice de Reclamações Entenda o Ranking  O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações tem como objetivo contribuir para a transparência das ações do Banco Central do Brasil, trazendo ao conhecimento da sociedade o perfil das reclamações que foram processadas, analisadas e encerradas pelo BCB em […]

Continuar lendo


Planos de fidelidade (milhagem) de companhias aéreas: fiquem de olho!

Planos de fidelidade (milhagem) de companhias aéreas: fiquem de olho! Fiquem de olho nos planos de milhagem das companhias aéreas. Eles se deterioram muitos nos últimos seis anos. Apenas a título de exemplo, em 2009, consegui viajar para os EUA com 40 mil pontos na baixa temporada. Hoje, estão pedindo de 100 mil a 120 […]

Continuar lendo


Caso Madoff. Banco não indenizará cliente que perdeu dinheiro

Desperdício com energia elétrica é um inimigo seu

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou o pedido de indenização de um investidor que aplicou, por recomendação de um gerente de seu banco brasileiro, mais de US$ 100 mil no fundo Fairfield Sentry, dos Estados Unidos, e perdeu todo o dinheiro após o mercado financeiro descobrir a fraude envolvendo outro fundo […]

Continuar lendo


Corretoras, bancos e conflitos de interesses – Acredite, mas fique de olho …

Anúncios "sem juros" são indícios de propaganda enganosa e podem ser banidos em breve do Brasil

Corretoras x Bancos Tenho visto muitas propagandas ostensivas por parte de algumas corretoras para cima dos bancos na mídia nos últimos meses. Elas, quase sempre, alegam que manter dinheiro aplicado em bancos é “perder dinheiro”. Em resumo, segundo essas corretoras, quem deixa dinheiro aplicado em bancos só tem acesso a produtos financeiros que têm baixa […]

Continuar lendo


Contos bancários da Carochinha – Venda casada,não; é “Venda Negociada” – Parte II de II

Ontem expliquei aqui o que é venda casada, como muitos bancos (entre outros fornecedores) agem, a lei desrespeitada e as justificativas (absurdas) que os bancos alegam para não respeitarem os direitos dos consumidores. Se você não leu o texto anterior, sugiro que clique AQUI.  Hoje, vou comentar como o consumidor pode agir, no caso de […]

Continuar lendo


Contos bancários da Carochinha – Venda casada,não; é “Venda Negociada” – Parte I de II

As instituições financeiras, em muitos casos, são objeto de reclamações generalizadas dos consumidores, por práticas proibidas pelo Código de Defesa do Consumidor, entre elas, a já conhecida “venda casada”. Primeiro, por mais que o gerente do banco diga para você que não ou invente uma desculpa, os bancos são obrigados a respeitar o Código de […]

Continuar lendo


Posso processar o banco pela demora no atendimento ?

Neste vídeo, Lélio Braga Calhau, explica como o consumidor pode processar uma instituição financeira por conta da demora no atendimento(fila no banco).

Demora no atendimento Posso processar o banco pela demora no atendimento ? Neste vídeo o promotor de justiça de defesa do consumidor do MP-MG e coordenador do portal “Educação Financeira para Todos”, Lélio Braga Calhau, explica se é possível processar um banco por conta da demora no atendimento. Lélio comenta alguns casos concretos relacionados ao […]

Continuar lendo


Bancos que mais geraram demandas nos Procons municipais – Ranking

Bancos que mais geraram demandas nos Procons municipais - Ranking

Os bancos sempre aparecem em listas de reclamações de consumidores e é possível saber quais são os bancos que mais geraram demandas nos Procons Municipais. Na semana passada, o Procon-MG apresentou o ranking dos bancos que mais geraram demandas nos Procons municipais do Estado (https://goo.gl/E7tMGp). Agora, conheça as empresas do setor com maior índice de […]

Continuar lendo


Arapuca financeira – A anuidade do segundo cartão de crédito é “grátis”

Arapuca financeira – A anuidade do segundo cartão de crédito é “grátis” Prezado consumidor, fique atento com a tática das instituições financeiras de oferecerem um segundo cartão de crédito com “anuidade grátis”. As instituições financeiras estão cobrando valores muito altos de anuidade nos cartões e estão dificultando ao máximo a sua redução. A questão é que […]

Continuar lendo