Entenda o Ranking O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações tem como objetivo contribuir para a transparência das ações do Banco Central do Brasil, trazendo ao conhecimento da sociedade o perfil das reclamações que foram processadas, analisadas e encerradas pelo BCB em cada período de referência. Adicionalmente, o ranking permite à sociedade, em particular aos clientes e aos usuários de serviços bancários, identificar com mais clareza a natureza das reclamações registradas neste Banco Central do Brasil em desfavor de cada instituição financeira, de forma a facilitar a escolha da instituição que melhor atende às suas necessidades. 1) Como é formado o ranking: O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é formado a partir das demandas do público registradas no Banco Central, pela internet, por correspondência, presencialmente ou por telefone. Participam do Ranking de Instituições por Índice de Reclamações bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) e administradoras de consórcio. Nas listagens do ranking são apresentadas informações sobre reclamações registradas contra instituições participantes, sendo essas reclamações classificadas como: Reclamações reguladas procedentes: quantidade de ocorrências (irregularidades), associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Reclamações reguladas – outras: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que não se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Reclamações não reguladas: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, não relacionadas a lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil. Total de reclamações: valor obtido somando reclamações reguladas procedentes, reclamações reguladas – outras e reclamações não reguladas. As ocorrências constantes das listagens do ranking referem-se às reclamações encerradas no período. As reclamações podem ensejar o registro de mais de uma ocorrência. As Reclamações reguladas – outras e as Reclamações não reguladas são divulgadas, porém não influenciam na ordem das instituições nas listagens do ranking. As instituições, nas listagens do ranking, são classificadas pela ordem decrescente do índice de reclamações, que é calculado de acordo com a fórmula a seguir: Índice de reclamações=(reclamações reguladas procedentes * multiplicador) número de clientes O multiplicador é 1.000.000. O número de clientes para bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) é formado pela base de dados conjugada do CCS e do SCR. Para consórcios, é o número de consorciados no penúltimo mês do período de referência do ranking.

Banco Central divulga novo ranking de instituições financeiras por Índice de Reclamações

Banco Central divulga novo ranking de instituições financeiras por Índice de Reclamações

Entenda o Ranking
 O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações tem como objetivo contribuir para a transparência das ações do Banco Central do Brasil, trazendo ao conhecimento da sociedade o perfil das reclamações que foram processadas, analisadas e encerradas pelo BCB em cada período de referência.
Adicionalmente, o ranking permite à sociedade, em particular aos clientes e aos usuários de serviços bancários, identificar com mais clareza a natureza das reclamações registradas neste Banco Central do Brasil em desfavor de cada instituição financeira, de forma a facilitar a escolha da instituição que melhor atende às suas necessidades.
  1. 1) Como é formado o ranking:

    O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é formado a partir das demandas do público registradas no Banco Central, pela internet, por correspondência, presencialmente ou por telefone.

    Participam do Ranking de Instituições por Índice de Reclamações bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) e administradoras de consórcio.

    Nas listagens do ranking são apresentadas informações sobre reclamações registradas contra instituições participantes, sendo essas reclamações classificadas como:

    • Reclamações reguladas procedentes: quantidade de ocorrências (irregularidades), associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil.
    • Reclamações reguladas – outras: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que não se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil.
    • Reclamações não reguladas: quantidade de ocorrências, associadas a reclamações encerradas no período de referência, não relacionadas a lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil.
    • Total de reclamações: valor obtido somando reclamações reguladas procedentes, reclamações reguladas – outras e reclamações não reguladas.

     

 

Ocorrências
  1. As ocorrências constantes das listagens do ranking referem-se às reclamações encerradas no período. As reclamações podem ensejar o registro de mais de uma ocorrência.

    As Reclamações reguladas – outras e as Reclamações não reguladas são divulgadas, porém não influenciam na ordem das instituições nas listagens do ranking.

    As instituições, nas listagens do ranking, são classificadas pela ordem decrescente do índice de reclamações, que é calculado de acordo com a fórmula a seguir:

    Índice de reclamações = (reclamações reguladas procedentes * multiplicador)
    número de clientes

    O multiplicador é 1.000.000.

    O número de clientes para bancos comerciais, bancos múltiplos, bancos cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) é formado pela base de dados conjugada do CCS e do SCR. Para consórcios, é o número de consorciados no penúltimo mês do período de referência do ranking.

Fonte: Banco Central do Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *