Anatel: como reclamar contra as operadoras de telefonia/internet

Anatel: como reclamar contra as operadoras de telefonia/internet

Anatel: como reclamar contra as operadoras de telefonia/internet.

Muita gente já passou por problemas com as operadoras de telefonia e internet e sabe que não é fácil lidar com esses prestadores de serviços.

A rápida expansão não acompanhou um avanço na qualidade dos serviços prestados e o atendimento feito de forma precária pelo setor é alvo de reclamações de milhares de consumidores.

Então, como reclamar administrativamente no órgão certo ?

ANATEL.

É a ANATEL que supervisiona o serviço das operadoras de telefonia e internet no Brasil e ela tem uma ouvidoria para os consumidores, que tiverem seus direitos lesados, formalizarem suas reclamações contra esses fornecedores.

Anatel: como reclamar contra as operadoras de telefonia/internet

O site da Anatel é bem explicativo

É importante que o consumidor, antes de reclamar na ANATEL, formalize a representação de seu caso perante a operadora de telefonia e internet e pegue o número do protocolo.

A ANATEL orienta que o consumidor anote e guarde o protocolo de atendimento que ela lhe fornecer.

Se a operadora não responder, ou se a resposta não for adequada, entre em contato com a Anatel.

O sistema de reclamações da ANATEL é de fácil preenchimento.

Ao registrar uma reclamação na Anatel, tenha em mãos o número de protocolo da operadora.

Lembre-se de anotar e guardar o número de registro que lhe será fornecido pela Anatel.

Como preencher a reclamação.

Seja objetivo !

Atente-se aos fatos concretos do seu problema.

Informe o que ocorreu e que direito foi lesado.

Não utilize adjetivos e não use xingamentos (podem configurar crimes contra a honra)

Você terá facilidade no preenchimento do formulário. Fique atento ao escolher as opções apresentadas.

 

Mantenha-se dentro do seu limite do direito de reclamar.

Não abuse do seu direito.

Você pode “reabrir” a reclamação, caso a resposta da operadora não seja a realista para o seu caso.

Veja, ainda, o vídeo abaixo sobre o assunto (bem esclarecedor):

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *